“McGregor é o melhor peso-pena de todos os tempos”, afirma Joe Rogan

Comentarista do Ultimate explica preferência pelo irlandês, fala da derrota de José Aldo no UFC Rio 8 e enaltece Holloway: “Bateu no ex-campeão como nenhum outro”

Após reinar soberano por nove anos na categoria dos pesos-penas, José Aldo sofreu a segunda derrota na carreira, em um intervalo de um ano e meio, após sofrer um nocaute técnico para Max Holloway, no último sábado, na luta principal do UFC Rio 8. No entanto, apesar de ser consenso que o revés diante do havaiano não apaga o legado do brasileiro no MMA mundial, acaba abrindo discussão se o manauara, realmente, é o melhor de todos os tempos na categoria até 66kg.

– As pessoas vão lutar contra isso, mas Conor McGregor é o melhor (peso-pena) de todos os tempos. Há de se admitir isso, mesmo que ele não lute na categoria novamente. E por que isso? Porque ele nocauteou o melhor de todos. A realidade é que Aldo é o melhor do mundo, mas Conor nocauteou ele. Não poderia afirmar isso (que McGregor é o melhor de todos os tempos), se a luta com o Aldo não tivesse acontecido. Realmente, o brasileiro tem mais lutas no cartel, e sempre vai ter um asterisco no Conor , por ele não ter feito uma defesa do cinturão na divisão – afirmou Joe Rogan, comentarista do UFC, em seu podcast “Fight Companion”.

José Aldo x Max Holloway UFC Rio 8 (Foto: Reuters)
Max Holloway nocauteou José Aldo no UFC Rio 8 e tornou-se campeão peso-pena do Ultimate (Foto: Reuters)

De acordo com Rogan, a derrota de Aldo no Rio de Janeiro pode ser encarada como normal, se for levado em conta que Max Holloway estudou o jogo do brasileiro desde que iniciou sua trajetória como profissional no MMA.

– Aldo está devastado. É isso. Uma luta é assim, as pessoas ganham e perdem. O esporte, em última análise, depende desse tipo de luta. De um lado tem um cara que está entre os melhores de todos os tempos, que é o Aldo, e do outro, um cara que tem a solução para todos os ataques, que foi o que aconteceu no Rio de Janeiro. Ele (Aldo) chegou com todos seus títulos, colocou em jogo, fez o seu melhor, mas foi superado pela nova geração – disse.

+ Holloway ignora McGregor, e abraça lutas contra Edgar, Swanson ou Aldo

Por fim, Joe Rogan elogiou o havaiano, novo campeão peso-pena do UFC, aos 25 anos de idade. Para o comentarista, a vitória de Max Holloway sobre José Aldo foi ainda mais impactante que a de Conor McGregor sobre o brasileiro, em dezembro de 2015. O motivo, segundo o profissional, é que o americano “maltratou” o manauara por mais tempo.

– Max Holloway bateu muito nele (José Aldo). Ele o espancou de uma maneira que nenhum outro já tinha feito. McGregor venceu porque o pegou “de surpresa”. Max Holloway, não. Espancou e derrotou – concluiu.

Fonte: http://sportv.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *