Empresário é achado com sinais de espancamento debaixo de ponte

Jovem de 25 anos estava gravemente ferido quando foi visto; seu estado é grave

empresário Jelder Eric Lourenço, de 25 anos, foi encontrado por dois funcionários da Associação dos Servidores do Senado Federal (Assefe) debaixo da ponte Honestino Guimarães, localizada próximo ao Lago Paranoá, em Brasília, nesta segunda-feira (6). O jovem apresentava sinais de espancamento. Ele estava desacordado e com “múltiplos golpes na cabeça” no momento em que foi visto.

Segundo informações da Polícia Civil ao site, Jelder foi levado ao Instituto Hospital de Base pelo Corpo de Bombeiros e seu caso é considerado grave. Jelder teve traumatismo craniano grave, fratura na face e diversas escoriações pelo corpo. Ainda não há suspeitos de envolvimento no crime.

Amigos do empresário afirmam que tentaram entrar em contato com ele no domingo (5), mas sem sucesso. “Achamos que estivesse dormindo”, contou Leonardo Dalla, amigo próximo. No dia anterior, Jelder telefonou para a mãe, mas não revelou que iria sair de casa.

“Hoje [6] pela manhã, um amigo que trabalha em home office na casa dele chegou, como de costume, e viu que o Jelder não estava. A porta estava fechada, mas sem tranca”, revelou Dalla. “O estranho é porque estava tudo lá: celular, carteira e documentos. Ficamos o dia inteiro procurando por ele, desesperados”, finalizou.

Fonte: Pelo Mundo DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *